quinta-feira, julho 20, 2006

Crise na Música Popular Portuguesa?

Estamos a meio das épocas festivas - Verão 2006 - mas consigo desde já fazer um balanço:
MEEEEEEEEDO! Tenham medo senhores e senhoras!

Há dias vi um show: a Valentona (Valentina Torres prós amigos) e seu muchacho Amândio Gamix expressamente retirado do formol a darem um espectáculo deprimente: desde os cartazes de há 25 anos espalhados nos cafés (as velhas da terriola a comentar: "Fui enganada! Ela quando tava como alí no papel cantava mto melhor e o palco nem estremecia!"), até um lacónico da própria "Vamos lá pessoal!" a fazer lembrar desespero, quando até a claque mais participativa na primeira fila bocejava, passando pelo casal maravilha estar 99% do concerto desafinado... em suma: muito bom! Tão bom nem que seja para arranjar alguém com quem falar - de copo na mão - a afogar as mágoas numa sangria bem fresquinha enquanto se fala do que se vê: muidinhas de 2 anos que mal sabem andar mas já tem a saia da Floribunda comprada lá atrás na boutique alcofa há 5 minutos toda cagada de gelado porque está calor e o cone veio furado), para além dos forasteiros mais interessados em ir à Ti Alzira das farturas antes de irem dormir...
Vi a Micaela nas mesmas festas populares: prenha de 4 meses (não tarda tá a desovar outra vez), dois pares de bailarinos em palco a dançar e ela sentada numa cadeira, desafinadíssima (playback instrumental - quase mais valia meterem playback total - mas aí as velhas que contribuiram com euro e meio para as festas da terriola sentir-se-iam defraudadas e sairiam na hora da primeira fila), som completamente mal equalizado...

Pergunto-me: a crise está em todo o lado bem sei: não há dinheiro em canto nenhum deste mundo para investir, muito menos em cultura popular. Mas aqui em concreto que será que se passa? Comissões simplesmente sem dinheiro ou os artistas a cortarem onde não devem? Ou pior ainda: desleixo artístico? Eis a questão...

Parodiando um pouco, deixo aqui um filmezinho indiano realizado pelo Je onde as dificuldades extremas são bem perceptíveis:
http://www.grapheine.com/bombaytv/play_fr.php?id=1194203


Pato (a sentir que deve meter um pouco de gel sanitário depois de todo este lixo ir pia abaixo)

2 comentários:

virc disse...

Ehehehe, um bom relato do que tem acontecido nos últimos tempos um pouco por todo o lado. Parabens!!!

Arnaldoooooo disse...

que mordaz....

boas festas para os arraiais deste país

Arnaldooooo